Sobre o Jesse Livermore…

Sobre o Jesse Livermore… o normal é adora-lo ou odiá-lo ;)

Eu faço parte do grupo de eternos fans ;) Tenho uma fotografia dele no meu escritório, e é sem duvida a figura dos mercados que mais marcou a minha «educação de trading».

O livro «Reminescences of a Stock Operator», livro que conta parte da vida de Livermore na primeira pessoa, é na minha opinião o melhor livro alguma vez escrito sobre mercados financeiros. Já o li mais de 10 vezes, e há um ano atrás licitei num leilão sobre uma primeira edição do livro com uma dedicatória escrita pelo próprio Jessie a um amigo trader ;) Mas infelizmente tomou valores grandes demais para a minha carteira (quando ultrapassou os $1500 deixei de sonhar ;))

Para uns, o JL é apenas «mais» um cowboy dos mercados, uma pessoa perturbada que acabou fracassando e pondo termo à própria vida…
Aceito perfeitamente quem tem essa visão, e não vale a pena argumentar muito sobre isso…

Pessoalmente vejo o JL como uma lenda mítica dos mercados, alguém cuja vida e feitos alcançados no trading parece mais digna de um filme de ficção cientifica… mas que foi totalmente real ;)

Durante a sua vida, JL atingiu varias vezes o TOPO (com maiúsculas), e voltou mais tarde ao chão, para voltar novamente ao topo… Só esta profecia é por si só digna de admiração, já que na maior parte das vezes, um Titan quando cai nunca mais se levanta, JL levantou-se, para subir ainda mais alto e fê-lo varias vezes.
No final, em 1940 cometeu suicídio, e «por acaso» foi numa fase de baixa… mas não tenho duvidas que se tal não tivesse acontecido JL faria parte do top 10 dos mais poderosos do mundo algures antes da década de 50 ;) Possivelmente em 1960 estaria falido ;) e se vivesse tempo suficiente nos anos 70 estaria novamente no topo… O dinheiro não era importante para ele, ele estava num patamar superior a isso, o objectivo dele era uma aprendizagem constante da arte de especulação, arte essa que envolve alguns riscos ;)

Sobre os seus ganhos, foram na maior parte feitos do lado short, ficou também conhecido como «Wallstreet’s Greattest Bear», durante o crash de 1907 ganhou uma fortuna enorme (mais de $3M), e teve o próprio do J.P.Morgan a pedir-lhe quase de joelhos que parasse de shortar o mercado… O bullmarket que se seguiu deu-se apenas e só apenas no momento em que JL decidiu fazer «stop&reverse» das suas posições curtas… teve o mundo a seus pés… e tinha apenas 29 aninhos nessa altura…

Durante o crash de 1929 ganhou qualquer coisa como 100 Milhões de dólares (que actualmente seriam vários Biliões de Dólares)… E iniciou-se na grande depressão em que o mundo todo passava fome, como um dos homens mais ricos do mundo (numa escala actual, não há ninguém com quem se possa comparar em termos de trading especulativo… só mesmo Warren Buffet, mas estamos a falar de proezas completamente diferentes)

Em termos de legado, JL é um dos pais da Análise Técnica sem ele mesmo saber, «comprar alto e vender ainda mais alto», linhas de menor resistência, momentum e outros conceitos especulativos que são usados por especuladores profissionais hoje em dia tem base nas teorias de JL… numa altura em que um gráfico era só para alguns e não existiam computadores.

Sobre as actividades manipulativas de JL, diz-se que foi muitas vezes acusado de manipulação do mercado, nada que não seja feito hoje em dia por quem tem esse poder (institucionais)… Não diria que foi ai que JL teve os melhores lucros, mas teve algumas grandes perdas associadas a algumas posições extravagantes em derivados. O seu problema era perder o sentido de Money manegement ao assumir riscos por vezes inacreditáveis numa altura em que poderia consolidar a sua fortuna… JL negociava da mesma maneira $100,000,000 ou $500.

No final suicidou-se…. Um homem que já tinha conhecido o Topo do Mundo várias vezes na sua vida, não teria nada de interessante a motiva-lo num momento pior da sua vida… «Been there… done that…nothing else to do here» devem ter sido dos seus últimos pensamentos ;)

Dia 28 de Novembro será o 76º aniversário da sua morte e sei que me vou lembrar dele como aliás me lembro quase todos os dias em que estou no mercado ;)

Um abraço,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *